Tag: calos

26 de julho de 2019

Isso acontece porque as pessoas que possuem calosidades, dependendo do grau destas, sentem muitas dores e quando percebem, estão tentando resolver o problema da pior forma possível. calos Então, a resposta para “Posso cortar meu(s) calo(s)?” é “Não!”. Mas, porquê não? Simplesmente porque para o organismo, a formação do calo é uma proteção. Ou seja, não adianta lixar ou cortar, ele irá nascer novamente dependendo do que o causou (usar calçados errados ou pisar de forma incorreta, são as principais causas para o aparecimento de calos). O correto é procurar um podólogo para tirar o excesso e tentar descobrir a origem do calo, só assim ele irá parar de nascer. E usar cortadores de calos ou lixas em casa, pode? Também não! A probabilidade de você se machucar é bem grande, já que o manuseio dessas ferramentas não é tão simples e você provavelmente não saberá como e em qual região usá-las. Não hesite em procurar um profissional da área! Evite maiores machucados e dores

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , ,
3 4 de fevereiro de 2018

Os calos e calosidades são espessamentos da camada mais externa na pele em regiões suscetíveis a atritos e pressão. Ocorre normalmente na palma das mãos e pés.

A pele, sob estresse constante, produz uma hiperqueratinização, que é a responsável pelo engrossamento da camada mais externa, a epiderme. Os sintomas dos calos são visíveis e fáceis de serem detectados. Nas mãos, eles formam protuberâncias espessas. Nos pés, podem aparecer como protuberâncias de cor amarelada. Por vezes, podem surgir entre os dedos, chamados de olho de perdiz. O diagnóstico é feito por exame clínico, normalmente visual. Mas o médico pode solicitar exames mais específicos para diferenciar de outras doenças, como verrugas. Pessoas que recebem muito atrito nas mãos e pés, como atletas ou trabalhadores, são as mais suscetíveis a terem calos. pessoas que andam de salto alto ou sapatos apertados também têm mais chances da doença. O tratamento normalmente consiste em hidratar a área lesionada e retirar os calos com pedra-pome. O médico pode indicar medicamentos abrasivos para os calos, como ácido salicílico ou ureia. Remédios caseiros como óleo de amêndoas e suco de celidônia também combatem os calos. A fim de evitar os calos, é importante que a pessoa proteja as áreas do corpo mais atingidas, como mãos (luvas) e pés (sapatos adequados e não apertados). Um alerta especial é para os di

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , ,
4 de fevereiro de 2018

O stress é um ponto de partida para o Pé-de-atleta Ocorre que, em situações de stress, o sistema imunológico sofre um rebaixamento, fica deprimido. Na verdade, existem vários tipos de fungos que podem atacar as pessoas, mas eles não atacam quando o sistema imunológico (as nossas defesas) está bem fortalecido. O mesmo se dá ao nosso departamento de defesa do organismo, que é o sistema imunológico. Daí para o ataque e proliferação dos fungos, é apenas um passo. O que é Pé-de-atleta? Infecção extremamente comum, que ataca mais homens do que mulheres, em geral adultos, o pé-de-atleta, ou frieira, é cientificamente chamado de tínea interdigital. O pé-de-atleta, uma micose que atinge milhares de pessoas, é uma infecção facilmente tratada, que se apresentam em número superior a um milhão de tipos diferentes de fungos. Quando os fungos que causam o pé-de-atleta (os Epidermphyton) entram em contato com a pele dos pés, particularmente nos vãos dos dedos, que é a região normalmente mais abafada e mais úmida, surge uma reação no tecido de modo a combater os efeitos do agente nocivo. Esse efeito também pode ocorrer, seja ele causado ou não por micróbios, por isso é necessária um exame micológico quando surgem os sintomas. O pé-de-atleta, além do desconforto, pode causar problema estético nos pés. Assim, os pés reclamam quando surgem fissuras entre os dedos

1 de junho de 2016

Os pés são considerados como sendo uma extensão do cérebro e do coração, atuando como agente receptor e executor das atividades sensitivas, onde se inicia o processo de devolução sangüínea, permitindo ao coração e pulmões um trabalho tranqüilo e sem esforço. Infelizmente as pessoas dão pouco valor a saúde dos pés. Elas não têm consciência de sua importância no dia-a-dia. Não lhes atribuem os cuidados necessários, por acreditarem que estão protegidos e escondidos pelos calçados. Deparo no dia-a-dia com pacientes que apresentam problemas graves em seus pés por descuido ou desconhecimento em relação aos cuidados que se deve ter com eles. A maioria dos profissionais em podologia, tem consciência e cuidados para com pacientes portador de bolha no pé, faz uso de todos meios de biosegurança disponíveis, desinfecção e esterilização dos materiais não descartáveis em estufas. O que é bolha? Acúmulo de fluido entre as camadas interna e externa da pele, devido ao excesso de fricção, uso de calçado apertados, queimaduras ocasionadas pelo frio, calor ou muito sol, doenças na pele, alergias e irritações na pele provocadas por agentes químicos. Existem vários motivos que, isolados ou combinados, proporcionam o aparecimento de bolhas. Os mais comuns são: a) Suor, que amolece a pele e a deixa mais sensível ao atrito; b) Desajuste das meias, causando uma fricção irregular entre m

30 de Maio de 2016

Calos e calosidades são resultados de atritos constantes sobre a pele, devido a uso de calçados inadequados, deformidades ortopédicas, vícios posturais , alterações na marcha, irregularidades ósseas, congênitas ou adquiridas. O tratamento do podólogo é simplesmente o desbastamento da hiperqueratose, e orientar sobre o tipo de calçados a serem usados, e indicação de órteses protetoras. Caso for irregularidade ósseas é orientado para tratamento da causa com médicos especialistas. Fissuras (Rachadura nos calcanhares) A imagem de rachaduras e pele desidratada à mostra não é nada agradável. Quando a pele é agredida por fatores externos (atrito com calçados) ou falta de hidratação, a mesma tem uma reação de engrossamento (acumulo de queratose), que surge como defesa, formando assim, calos ou calosidades. A utilização de produtos que mantém a hidratação da pele ajuda muito na reparação tecidual. Os pés sustentam o corpo de maneira que podem sofrer inúmeras patologias (doenças), que devem ser tratadas por especialistas (médicos e podólogos)

O aparecimento de rachaduras ocorre por várias causas:

  • Defeitos ortopédicos
  •  Hereditariedade
  •  Alterações climáticas
  • Conseqüências de psoríase
  • Diabetes
  • Doenças vasculares
  •  Obesidade
  • Micoses
  • Agressões químicas