Tag: doenças

24 de julho de 2019

Enquanto tudo parece estar indo bem, muitas vezes não prestamos muita atenção a nossos pés.

Eles passam muito tempo cobertos por meias ou sapatos, e, como diz o ditado, “o que os olhos não veem, o coração não sente”. Mas, assim que algo não vai bem com os pés, fica impossível ignorá-los. Em alguns casos isso pode ser bom, já que sintomas de problemas de saúde mais sérios podem manifestar-se inicialmente nos membros inferiores. Veja alguns sintomas comuns para os quais é bom ficar atento e algumas explicações possíveis do que esses sintomas podem significar para sua saúde. Pés frios Para muitas pessoas, “pé frio” não é uma simples figura de linguagem. Embora seja possível sentir frio nos pés sem que isso tenha alguma causa subjacente mais grave, sentir frio crônico nos dedos dos pés pode ser sinal de má circulação sanguínea. O tabagismo e condições de saúde ligadas a ele, como a DPOC, podem reduzir a capacidade de absorção de oxigênio dos pulmões, levando a níveis mais baixos de oxigênio no sangue. E a doença arterial periférica (DAP) e outras formas de doença cardíaca podem levar ao estreitamente das artérias, dificultando a circulação de sangue em todo o corpo. As extremidades, como as mãos e os pés, são especialmente sensíveis à má circulação, que pode manifestar-se com a sensação de frio. Se você notar que seus pés estão quase sempr

19 de julho de 2019

De que adianta estar toda linda e produzida e morrer de vergonha de usar uma sandália? E a situação pode piorar e muito… Imagina ir jantar com o gato em um restaurante japonês e ter que ficar descalça para comer no tatame? Ai ai ai. Rsrsrsrsrs O encontro romântico se torna desastroso se os pezinhos não estiverem em dia e a Cinderela vira gata borralheira em questão de segundos. Tudo bem que durante o inverno os pés ficam mais escondidos dentro de botas ou sapatos fechados, mas mesmo assim, eles não dispensam cuidados especiais!!! Descuidos com os pés facilitam a descamação, o ressecamento, as fissuras, contribuindo também para a incidência de doenças dermatológicas. É muito importante dar atenção a essa parte do corpo, que serve como base e suporta todo nosso peso. Isso sem contar o tempo que passamos de salto alto ou com os dedos espremidos em sapatos lindos porém nada confortáveis. “Devemos ter cuidados com os pés o ano inteiro”, adverte o especialista Jayme Oliveira Filho, dermatologista membro da SBCD, Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Os pés merecem toda atenção!!! Veja algumas dicas da SBCD para a manutenção de uma boa saúde: 1) Hidratação adequada: é muito importante a utilização de cremes apropriados para manter a maciez dos pés – preferencialmente após o banho; 2) Exames frequentes da planta dos pés devem ser rea

15 de julho de 2019

Dedicando alguns minutos do dia aos pés, podemos contornar ou evitar ressecamento, rachaduras e doenças chatas. Comece o quanto antes!

Quando as temperaturas caem, cobrimos o máximo possível do corpo para ficarmos quentinhas. Os pés, em especial, ficam beeeem blindados contra frio, vento e qualquer sensação de “congelamento”, com meias (às vezes mais de uma por pé) e sapatos fechados de todos os tipos.

É confortável, mas prejudica a pele. Não é raro os pés ficarem mais ressecados, “grossos”, com rachaduras e uma frieira aqui, uma micose ali durante o outono e o inverno. “Os pés já sofrem diariamente carregando nosso peso. Muitas vezes, ficam fechados na maior parte do dia em calçados. No momento de cuidado com o corpo, durante o banho ou o descanso em casa, não ganham a atenção devida”, afirma Cassiana Okada, dermatologista do Hospital Santa Cruz (SP).

Ela explica que dor, desconforto e até sangramentos podem acompanhar o ressecamento e as rachaduras, e que a falta de hidratação e o uso de calçados inadequados são as causas mais importantes para que isso ocorra. A dermatologista Anelise Ghideti, da AE Skin Center, complementa que a diminuição da ingestão de água também é um

25 de Maio de 2017

Vocês sabem o que é psoríase?

  frases_psoriase Um dos fatores que causam a psoríase é o psicológico. A psoríase é uma doença crônica, não contagiosa, que forma manchas avermelhadas, que são cobertas por escamadas secas e brancas. Essas manchas causam coceira (sintoma responsável pelo nome da doença), o que piora a situação do indivíduo. O stress, cansaço e também alguns medicamentos, podem piorar a psoríase. Foi comprovado que se trata se uma doença genética, mas que pode aparecer em qualquer momento da vida (infância, adolescência, fase adulta ou idosa). A pessoa diagnosticada com psoríase, deve ter o acompanhamento de um podólogo entre os profissionais necessários para que sua qualidade de vida se mantenha. Isso porque é necessário ter alguém de confiança para tratar suas unhas e principalmente suas calosidades, que podem ter algum resquício da doença. Então, se você desconfiar de algo ou se conhece alguém que pode ter essa doença, não se esqueça que a opinião de um médico é de extrema importância e indispensável. Cuide-se

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , ,