Tag: saúde

22 de julho de 2019

Beleza, cabelos, cuidados com a pele, rosto, mãos e principalmente unhas, estão entre as preocupações das mulheres e homens nos centros de estética. Estima-se que mais de 20% das pessoas com mais de 40 anos possuem as chamadas micoses de unhas (onicomicose).

Frequentemente elas surgem nos pés, mas também existem muitos casos da presença do fungo nas mãos. As micoses das unhas são infecções que se desenvolvem pela presença constante em ambientes úmidos ou quentes. Compartilhar piscinas e banheiras também favorece o surgimento das micoses das unhas. As micoses nas unhas são infecções que levam tempo entre meses ou até anos para se alcançar um resultados de cura e eliminação total do fungo. Esse tratamento inclui medicamentos para uso tópico, como esmaltes, ou ainda remédio via oral. A combinação dos medicamentos aumentam a eficácia de todo o tratamento. Mas, o início do tratamento e qual a melhor forma de cura depende do diagnóstico médico, que vem de encontro com a descoberta de qual fungo é o causador da micose. Em casos mais avançados de infecção o tratamento inclui medidas cirúrgicas, raspagem e ácidos. Dicas para prevenção de micoses nas unhas Dê atenção especial as unhas pelo menos uma vez na semana. As unhas quebradas, estragadas, sujas e sem cuidados aumentam a possibilidade de desenvolvimento de fungos causando a infecção e mico

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , , ,
12 de dezembro de 2017

A unha pode encravar por diferentes razões, no entanto, a principal causa é o corte errado das unhas que acaba facilitando o crescimento anormal da unha e seu desenvolvimento debaixo da pele, causando dor intensa.

Outras das principais causas das unhas encravadas incluem: – Sofrer pancadas no pé: alguns acidentes, como bater com o dedão no pé da mesa, podem provocar deformação da unha que começa a crescer para dentro da pele; – Utilizar sapatos pequenos ou apertados: este tipo de calçado aperta muito os dedos facilitando a entrada da unha para debaixo da pele; – Ter dedos pequenos: em algumas pessoas a unha pode crescer em excesso para o tamanho do dedo, provocando o desenvolvimento da unha para debaixo da pele. Além disso, a unha encravada também é mais comum em pessoas com malformações das unhas ou dos pés. Nesses casos, é recomendado ter cuidados extra, especialmente na hora de cortar as unhas, para evitar esse problema.

Entenda porque a unha encrava e como evitar

Como cortar as unhas corretamente

Uma vez que o cort

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , , , ,
1 de setembro de 2017

Toda mulher adora desfilar por aí com unhas bem feitas, coloridas e lixadas.

As unhas exercem função mais do que estética no nosso corpo: elas protegem as pontas dos dedos e ainda podem indicar como anda a nossa saúde, conforme observamos seus aspectos combinado ao exame clínico do paciente, como disse a dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Márcia Grieco. A cor, o formato e a textura das unhas dão indícios de como anda a saúde. Formada por três camadas queratinosas de consistências diferentes, as unhas são responsáveis por mais de 10% das afecções de pele, segundo a dermatologista Valéria Marcondes, da capital paulista, e somente o médico consegue distinguir e determinar, precisamente, quais problemas podem afetar sua aparência: “o exame das unhas e lesões pode indicar doenças e falta de vitaminas. Quando quebradiças e com manchas brancas, podem representar uma simples alergia a produtos como esmaltes, detergentes e sabonetes, como podem ser indicadores de carência de ferro, ácido fólico e vitamina B12, que pode resultar em psoríase, micose e até anemia”, alertou. O formato das unhas, sua coloração e textura são capazes de dar dicas de como anda a saúde. “Quando a unha tem formato de colher, por exemplo, bem arredondada, é um sinal de que a pessoa pode estar sofrendo de problemas cardiovasculares ou pulmonares, como asma e bronqu

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , , , , ,
21 de junho de 2017

A unha levemente encravada pode ser tratada, tentando-se levantar o canto da unha que está encravada, inserindo um pedacinho de algodão ou gaze entre a unha e a pele, porque assim a unha descola da pele e desencrava. Contudo, quando a área em torno da unha fica muito vermelha, inchada e com pus, o problema pode exigir o uso de uma pomada antibiótica prescrita pelo médico, como Nebacetin ou Diprogenta. Uma pedicure ou podólogo poderão desencravar a unha, cortando as bordas da unha encravada com um bisturi, uma tesoura fininha de ponta reta ou alicate próprio, mas em alguns casos pode ser preciso realizar uma pequena cirurgia para desencravar a unha. Tratamento caseiro para unha encravada Para tratar a unha levemente encravada e inflamada em casa, é recomendado:

  1. Deixar o pé ou a mão que tem a unha encravada de molho em uma bacia com água morna ou quente, por cerca de 20 minutos;
  2. Tentar levantar o canto da unha que está encravada com uma pinça e colocar um fio de dental, pedacinho de algodão ou gaze entre a unha e a pele para mantê-la elevada, trocando diariamente após deixar o dedo em água quente durante 20 minutos. Esse procedimento é ideal para quando a unha está suavemente encravada mas ainda não está inflamada;
  3. Passar alguma solução antisséptica e cicatrizante como o Povidine, por exemplo, para ajudar na cicatrização e evitar que a

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , , , , ,
10 de Maio de 2017

Seque bem os pés Tão importante quanto lavar os pés, secar bem depois do banho também é fundamental. Isto pode ajudar muito na prevenção do surgimento de frieiras. Dê preferência à meias de algodão Sempre prefira meias de algodão às de nailon. Um fator importante é que o algodão permite uma maior evaporação do suor. Troque o calçado diariamente Procure trocar de calçado todos os dias, tanto em relação à altura quanto ao tipo de salto. Isto ajudará a amenizar dores e inchaços. Diabéticos e o cuidado com os pés Pessoas diabéticas devem evitar cortar as unhas sem auxilio de um profissional, isto devido a graves complicações que esta doença pode causar.

Postado em Podologia por Sandra Paz | Tags: , , ,